Recuperar Senha

Programa TJC: Amatra IX premia alunos da rede pública de Ponta Grossa

12 de dezembro de 2012 / 10:07

Acontece nesta quarta-feira, 12 de dezembro, a premiação do concurso de redação promovido pela Associação dos Magistrados do Trabalho do Paraná (Amatra IX) em escolas da rede pública de ensino de Ponta Grossa. A cerimônia está marcada para as 15 horas, no auditório do Instituto de Educação Professor Cesar Martinez.

A ação faz parte do cronograma de atividades do Programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC), que incentiva juízes e servidores do Poder Judiciário a semearem noções básicas de Direito, ética e cidadania em escolas públicas  e privadas de diversos municípios do País.

Em Ponta Grossa, cerca de 700 alunos do ensino médio e ensino fundamental do Instituto de Educação e da Escola Estadual Padre Arnaldo Jansen participaram do Programa pelo segundo ano consecutivo. A seleção dos melhores trabalhos inscritos no concurso de redação coube a uma comissão formada por juízes da Justiça do Trabalho do Paraná.

“O objetivo do concurso não é somente avaliar os estudantes, e sim fazê-los pensar sobre o tema usando suas próprias palavras para que possam absorver da melhor forma possível os princípios repassados pelos professores”, explica a diretora de Direitos Humanos, Cidadania e Assistência Social da Amatra IX, juíza Fernanda Hilzendeger Marcon.

Os autores dos seis melhores textos serão premiados com netbooks e iPods, assim como os professores que orientaram os trabalhos dos primeiros colocados de cada categoria.

Sobre o TJC

O Programa Trabalho, Justiça e Cidadania (TJC) é uma iniciativa da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), desenvolvida em parceria com as associações regionais (Amatras) com o objetivo de contribuir para a formação cidadã de crianças e adolescentes de todo o país.

O Programa funciona assim: a cada ciclo, educadores e gestores das escolas atendidas participam de um curso de capacitação, onde recebem noções de Direito, Ética e Cidadania. Esse conteúdo passa a ser trabalhado com os estudantes em sala de aula, de forma multidiscilplinar, com o auxílio da cartilha do trabalhador em quadrinhos, culminando com a premiação do concurso de redação.

No ano passado, o TJC foi implantado em escolas de Londrina, Ponta Grossa, Pinhais e Araucária. Cerca de 50 professores participaram do Programa que beneficiou, ao todo, 1.500 alunos em 10 escolas paranaenses, incluindo Centros de Ensino de Jovens e Adultos (EJA).

Cartilha

A Cartilha do Trabalhador em quadrinhos permite ensinar direitos e deveres do trabalhador de forma bastante didática. Os estudantes tornam-se agentes multiplicadores em suas comunidades, levando a cartilha ao conhecimento de outros públicos. Por isso, sindicatos, bibliotecas de universidades e outras organizações não governamentais solicitam, com frequência, exemplares da publicação para divulgação em seus meios.

Serviço:

Cerimônia de premiação do concurso de redação
Data: 12/12/2012
Horário: 15 horas
Local: Instituto de Educação – Rua Dr. Joaquim de Paula Xavier, 636 – Vila Estrela