Recuperar Senha

Programa TJC: Amatra premia alunos da rede pública de Londrina

08 de agosto de 2011 / 20:59

O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, a professora Lucimara Zanuta, a estudante Polyana Danúbia, a diretora da Amatra Sandra Cembraneli Correia e a secretária de Educação Karin Sabec Viana

Na manhã do dia 22 de julho, a Amatra IX promoveu a solenidade de premiação do concurso de redação “Trabalho, Justiça e Cidadania”. O evento aconteceu no auditório do Sindicato do Comércio Varejista (Sincoval) e foi prestigiado pelo prefeito Barbosa Neto, pela secretária de Educação, Karin Sabec Viana, pelas associadas Patrícia Beneti Cravo e Neide Akiko Fugivala Pedroso, representante dos juízes da 4ª sub-região, além dos diretores e supervisores de escolas da rede pública de ensino.

Cerca de 250 estudantes da 4ª série e da Educação de Jovens e Adultos das escolas municipais Francisco Pereira de Almeida Junior e José Garcia Vilar, ambas localizadas na região leste da cidade, participaram do concurso organizado pela Associação. Os alunos produziram os textos orientados pelas informações contidas na Cartilha do Trabalhador, publicação da Anamatra, que tem uma linguagem simples e educativa e reúne os principais direitos sociais do cidadão.

Foram premiados os três melhores trabalhos selecionados pela comissão formada pelos associados Nacif Alcure Neto, Zeno Simm e Flávia Daniele Gomes. Em primeiro lugar, a aluna Polyana Danúbia e a professora Lucimara Zanuta ganharam um notebook cada. O segundo e terceiro colocados, Ruan de Oliveira e Darciana da Silva, foram contemplados com aparelhos MP4. “Aprendi muito, participando deste projeto. Agora já sei sobre o direito dos cidadãos. Estou muito feliz de ter ganhado”, contou a vencedora.

A diretora de Direitos Humanos, Cidadania e Assistência Social da Amatra, Sandra Cristina Zanoni Cembraneli Correia, falou durante a premiação sobre a importância da parceria com a prefeitura. “A implantação do projeto significa não apenas a continuidade de um projeto nacional, mas trazer aos jovens paranaenses a possibilidade de conhecerem melhor a constituição da república do Brasil, seus direitos e deveres como crianças, adolescentes, adultos, trabalhadores e cidadãos. Assim, temos a satisfação de saber como contribuir para o desenvolvimento da nossa cidade”, disse a magistrada.

O prefeito Barbosa Neto agradeceu o privilégio de Londrina ser escolhida para esse projeto e destacou a importância do investimento na educação. “A educação, na nossa administração, é prioridade número um. Hoje, nós temos sete mil crianças em tempo integral, como é o caso do José Garcia Vilar”, ressaltou.

A secretária de Educação, Karin Sabec Viana, também agradeceu a parceria com a Amatra e ressaltou a excelência da cartilha da Anamatra. “Projetos e parcerias como esta ajudam a formar as crianças de nossa cidade em cidadãos”, disse a secretária.

A solenidade também contou com apresentações artísticas de alunos das duas escolas municipais participantes do projeto.

*Com informações e fotos da Prefeitura de Londrina