Nova administração do TRT-PR é empossada

11 de dezembro de 2019 / 18:11

A última sexta-feira (6/12) foi marcada pela solenidade de posse dos novos dirigentes do Poder Judiciário Trabalhista do Paraná. Os desembargadores Sérgio Murilo Rodrigues Lemos, Célio Horst Waldraff e Nair Lunardelli Ramos assumiram, respectivamente os cargos de presidente, vice-presidente e corregedora regional do TRT da 9ª Região.

Na oportunidade, também foram empossados os desembargadores Arnor Lima Neto, no cargo de diretor da Escola Judicial (EJ), Aramis de Souza Silveira, como vice-diretor da EJ, Edmilson Antonio de Lima, novo ouvidor do Tribunal, e Marlene T. Fuverki Suguimatsu, como vice-ouvidora.

“O futuro da Justiça do Trabalho no Paraná inicia hoje nessa disposição espacial dos magistrados, tendo à frente o presidente Sérgio Murilo Rodrigues Lemos, ladeado pelos dignos desembargadores e desembargadoras, circundado pelo valoroso grupo de juízes e juízas de primeiro grau. Assim segue o Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, cumprindo sua missão institucional de prover justa e humanitária jurisdição ao povo do Paraná”, disse a decana, desembargadora Rosalie Michaele Bacila Batista, ao prestar homenagem à nova administração em nome dos demais membros do Regional paranaense.

A presidente da Anamatra, Noemia Garcia Porto, desejou êxito aos novos dirigentes do TRT-PR. “Em nome dos magistrados e magistradas do trabalho de todo o Brasil, desejo sabedoria e energia na condução do Tribunal. A renovação e as mudanças nas administrações dos TRTs não são meros rituais de passagem. A cada mandato que se encerra e que se inicia o movimento dinâmico da Justiça do Trabalho e de sua democracia interna se apresenta”, ressaltou.

Em sua fala, Noemia Porto observou que são inseparáveis a Justiça do Trabalho do especial direito fundamental que ela garante, de uma cidadania que se exerce pelo acesso ao trabalho digno. “O TRT da 9ª Região faz muita diferença para a comunidade em que está inserido. Impactar a realidade, prestando justiça, representa uma imensa responsabilidade. Não há dúvida de que os experientes desembargadores eleitos estão à altura dos desafios desses tempos”, disse.

A dirigente associativa também parabenizou a administração anterior. “Uma grande gestão, transparente, dinâmica, cooperativa e de muito diálogo. Recebam o nosso reconhecimento e o nosso abraço”, destacou a presidente da Anamatra. A Amatra IX, que cedeu a palavra para a associação nacional na cerimônia, divulgou uma carta de saudação aos dirigentes do TRT momentos antes da solenidade – clique aqui para ler.

Em seu pronunciamento como novo presidente do TRT, o desembargador Sergio Murilo Rodrigues Lemos falou sobre os ataques à Justiça do Trabalho. “A crítica contínua e desenfreada ao ramo mais eficiente da Justiça brasileira é apenas o fruto da articulação de projetos antigos, de interesses outros que não ao sentido da construção de uma sociedade justa e sustentável. Não se destrói o sentido dado ao trabalho pelos nossos pais: o trabalho dignifica o homem, mas não qualquer trabalho, não qualquer remuneração, não qualquer condição, apenas o trabalho digno”, disse.

O desembargador presidente citou os resultados divulgados na edição de 2019 do relatório “Justiça em Números”, do Conselho Nacional de Justiça, que destaca o Judiciário Trabalhista como o ramo da Justiça com menor tempo médio de duração dos processos, sendo 50% menor do que a média do Poder Judiciário, e com a melhor taxa de informatização, sendo 97,7% dos casos novos ingressos no PJe, índice superior em 17% acima da média dos casos novos eletrônicos, entre outros índices de desempenho.

Despedida

Ao se despedir do cargo de presidente, a desembargadora Marlene T. Fuverki Suguimatsu homenageou os integrantes da nova administração e agradeceu a todos os magistrados e servidores que colaboraram em ações e projetos de sua gestão.

A magistrada também mencionou a parceria com a Amatra IX. “Dirijo especiais agradecimentos, na pessoa da presidente Camila Caldas, que habilmente transitou pelos mais diversos e polêmicos temas, sem confrontos, administrou deliberações deste Tribunal e dividiu preocupações de muitos magistrados”, pontuou a ex-presidente.

A solenidade contou com a presença de inúmeras autoridades, entre elas o vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Renato de Lacerda Paiva, a procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho da 9ª Região, Margaret Matos de Carvalho, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Paraná, Cassio Telles, que compuseram a mesa de honra.