Recuperar Senha

Juíza Noemia Garcia Porto é eleita presidente da Anamatra

30 de abril de 2019 / 18:23

 

Após 20 anos, a Anamatra voltará a ser presidida por uma mulher. A chapa Sou + Anamatra, encabeçada pela juíza Noemia Garcia Porto, da 10ª Região, foi eleita na última sexta-feira (26/4) para comandar a entidade, com 1.740 votos contra 1.126 da chapa Foco & Renovação. Ao todo, 2.894 associados foram às urnas, por sobrecarta ou eletronicamente, o que representa 74,30% dos magistrados aptos a votar.

Subcomissão eleitoral na Amatra IX

Na Amatra IX, a apuração das eleições foi realizada pela subcomissão eleitoral, composta pelos associados Roberto Wengrzynovski, Tatiane Raquel Bastos Buquera e Carlos Martins Kaminski. Do total de 172 votos, 118 foram dirigidos à chapa Sou + Anamatra, 49 para a chapa Foco & Renovação e 5 nulos. Estavam aptos a votar 215 associados, sendo que 14 votaram presencialmente, 90 por sobrecarta e 68 pela internet.

Ao tomar conhecimento do resultado geral, Noemia Porto falou da importância da união da Magistratura. “O futuro será de construção da unidade, com ampla representação de todos os segmentos da Magistratura trabalhista. O que nos une? A crença no valor da Justiça do Trabalho, seus magistrados e magistradas, e nos direitos sociais como direitos de cidadania”, ressaltou a presidente eleita.

A nova gestão da Anamatra contará com o trabalho de dois associados da Amatra IX, os ex-presidentes Paulo da Cunha Boal e José Aparecido dos Santos, que estarão à frente da Diretoria de Eventos e Convênios e da Diretoria de Aposentados, respectivamente, nos próximos dois anos.

“Agradeço aos colegas que depositaram confiança na chapa e nas propostas de trabalho que serão desenvolvidas pela Anamatra, preservando o compromisso com a defesa dos direitos e prerrogativas da Magistratura”, declarou Paulo Boal.

O associado José Aparecido dos Santos também agradeceu a todos que votaram nas eleições da Anamatra. “Nós esperamos estar à altura e retribuir toda a atenção recebida. Nossa intenção é lutar pela unidade da Magistratura trabalhista, pela valorização da Justiça do Trabalho e por melhores condições para o pessoal da ativa e para os aposentados e pensionistas”, afirmou.

 A posse dos novos dirigentes será no dia 22 de maio, às 20 horas, no Hípica Hall, em Brasília.

 

(Com informações e foto da Anamatra)