Recuperar Senha

Abertura do Ano Judiciário no TRT-PR é marcada pela defesa da Justiça do Trabalho

29 de janeiro de 2019 / 13:42

Antecedendo a primeira sessão ordinária do ano, o TRT da 9ª Região realizou ontem (28/1) ato solene de abertura do Ano Judiciário. A cerimônia contou com a presença de magistrados, de representantes do Ministério Público do Trabalho, da advocacia, acadêmicos de Direito e servidores.

“Desejamos a todos que doam o seu tempo integral, talento e competência à Justiça do Trabalho do Paraná um ano produtivo e de bons resultados”, disse a vice-presidente no exercício da Presidência da Amatra IX, Edilaine Stinglin Caetano, lembrando o cenário desafiador diante dos constantes ataques à Justiça do Trabalho.

A dirigente associativa frisou a importância da união. “Desde já, a Amatra IX se coloca à disposição do Tribunal para trabalhar em conjunto, em prol de um Judiciário forte, independente e respeitado. O momento é de unimos forças e exigirmos diálogo entre os Poderes em defesa da nossa Justiça do Trabalho, com tão evidente finalidade social e tão próxima da população em geral”, destacou Edilaine Caetano.

A presidente do Tribunal, desembargadora Marlene T. Fuverki Suguimatsu, propôs uma reflexão sobre os principais desafios que a Justiça do Trabalho enfrentará ao longo do ano e ressaltou que, de tempo em tempos, a atuação, o desempenho e a própria existência da Justiça do Trabalho sofrem ameaças. “Como todos presenciamos, 2019 inaugurou um desses períodos”.

Nesse contexto, a desembargadora Marlene alertou sobre a necessidade de informar os cidadãos sobre o verdadeiro papel da Justiça do Trabalho. “O momento é de estreitar o diálogo com a sociedade, esclarecer sobre nossa missão de solucionar os conflitos decorrentes das relações de trabalho com justiça e efetividade. O momento é de parar um pouco e perceber os anseios sociais; é contribuir para assegurar políticas de garantia de trabalho a todos, no presente e no futuro”, afirmou a presidente do TRT.

Também compuseram a mesa de abertura o procurador do Trabalho Ricardo Bruel da Silveira, representando o Ministério Público do Trabalho do Paraná, a advogada Christhyanne Regina Bortolotto, secretária-geral adjunta da OAB-PR, e o advogado Hélio Gomes Coelho Júnior, presidente do Instituto dos Advogados do Paraná.